sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Trabalhadores da BRF retomam atividades na unidade de Chapecó a partir do dia 14 desse mês

Chapecó – O ano de 2019 começa positivo para 1,1 mil trabalhadores que a partir do próximo dia 14 deste mês retornam as suas funções na BRF, em Chapecó. Eles estavam no sistema de lay-off (afastamento do funcionário por um prazo determinado que vai de dois a cinco meses, em que ele continua à disposição da empresa) desde julho do ano passado.

Estes e outros empregados do setor sofreram com o reflexo dos embargos e as operações policiais em torno da agroindústria ocorridas desde 2017 e que desencadearam na interrupção de abates, fechamento de empresas, férias coletivas e demissões. Além do retorno desses empregados, a BRF anunciou a retomada do segundo turno de perus em abril, o que vai gerar mais 700 vagas.

A retomada do setor começou a ser observada já no final do ano passado, com a empresa Jaguafrangos, do Paraná, assumindo a unidade de Ipuaçu e retomou os abates, o que acabou preservando 600 empregos. No final do ano, o México anunciou a habilitação de 26 novas plantas, uma delas a de Ipuaçu (SC). Em novembro, a Rússia reabriu o mercado para o Brasil.
— A gente vê que acertou em aceitar o lay-off, pois isso garantiu o direito aos trabalhadores num momento difícil e agora os funcionários voltam ao trabalho com seus empregos e seus direitos garantidos — afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carne de Chapecó e Região, Jenir de Paula.
Ele está com uma visão otimista de 2019, como um ano de recuperação da produção, o que vai movimentar a economia.

(Informações Diário Catarinense/Darci Debona)
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil