Pesquisar em Tílias News

Últimas Notícias

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Leão mata cuidadora de 22 anos em zoológico dos EUA

Ela entrou na jaula do animal para limpar o local

Leão Maathai precisou ser sacrificado Foto: Divulgação

Um leão do zoológico Conservators Center de Burlington, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, matou no domingo (30) uma mulher de 22 anos que limpava um dos espaços destinados a estes animais.


O leão, um macho de 14 anos chamado Maathai, foi sacrificado por agentes de emergência que compareceram ao local para resgatar o corpo da jovem.

A polícia local informou que os agentes tentaram acalmar o animal para poder entrar no local e retirar o corpo da mulher. No entanto, isto não foi possível e tiveram que abater o animal, que pesava cerca de 270 quilos.

Alexandra Black, que recentemente tinha iniciado um estágio no centro, trabalhava com uma equipe de limpeza em um espaço destinado aos leões. Acreditava-se que o animal estava trancado, mas ele conseguiu escapar e matou a jovem. Ninguém mais ficou ferido.

– Quando nossas equipes de criação limpam grandes espaços destinados aos felinos, seguem um protocolo de segurança que implica transferir os animais para um espaço separado e assegurar que estão presos antes de os humanos entrarem no espaço adjacente – indicou o Conservators Center.

Em outro comunicado publicado no domingo, o zoológico explicou que a equipe é composta por “cuidadores de animais profissionalmente treinados”.

O zoológico, uma organização sem fins lucrativos que acolhe cerca de 90 animais de 20 espécies e recebe cerca de 16 mil visitantes por ano, assegura que está investigando o ocorrido e que permanecerá fechado até novo aviso.

Maathai era um macho de 14 anos que nasceu no jardim zoológico pouco depois que sua mãe foi enviada, em 2004, após o resgate de 14 leões e tigres que viviam em “condições inaceitáveis”.

Black tinha realizado múltiplos estágios antes de entrar no Conservators Center, o mais recente no Wolf Park, em Battle Ground, em Indiana.


*Com informações da Agência EFE.

Fonte: https://pleno.news/

Nenhum comentário: