Pesquisar em Tílias News

Arquivo Diário Tílias News

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Carlos Moisés nomeia mais de 100 cargos comissionados no 2º dia de mandato em SC

Governador ainda publicou mais 36 exonerações, incluindo a dos pilotos das aeronaves oficiais.



O segundo Diário Oficial do Estado (DOE) publicado na gestão Carlos Moisés da Silva (PSL) traz as primeiras contratações de cargos comissionados. Pelo documento, foram nomeadas 126 funções com gratificação nos gabinetes de governador e vice, bem como nas secretarias setoriais e Procuradoria Geral do Estado (PGE). Até então, foram publicadas apenas as nomeações do primeiro escalão do governo.

Em coletiva sobre as metas de governo na quarta-feira (2), Moisés afirmou que irá fazer o corte de 922 cargos comissionados, principalmente entre sobreposições de funções. Com isso, se considerarmos as contratações publicadas, são 446 dispensas.

O documento desta quinta-feira (3) também consta mais 36 exonerações em órgãos públicos. Os três pilotos das aeronaves oficiais do estado foram dispensados. Moisés prometeu vender as duas aeronaves do governo do estado e comprar passagens aéreas em voos comerciais conforme a demanda. Ainda não há data para a venda.

Outros quatro atos foram publicados no DOE de quinta, específicos com relação aos órgãos setoriais. Moisés exonerou um funcionário do Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran-SC), substituiu o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), reverteu três exonerações de quarta- recontratando funcionários, e aglutinou a função de corregedor e subcorregedor a um cargo da PGE.

De acordo com o secretário de Estado da Administração, Jorge Tasca, até sexta novos nomes de comissionados contratados devem ser publicados no Diário Oficial.

Dispensas anteriores


Ainda na quarta, no primeiro DOE, em cargos comissionados ou função gratificada, foram 458 dispensas em secretarias e órgãos públicos, além da dispensa de 78 pessoas das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), que devem ser extintas.

Fonte: G1 - SC