quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Raiva bovina provoca morte de dois animais na região

  • Veterinário da Cidasc afirma situação do rebanho está sendo monitorada

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) identificou duas mortes de animais por raiva bovina na região. Os casos aconteceram em Campos Novos e Curitibanos.
Transmitido pela picada de morcegos hematófagos, o vírus não tem tratamento. Após a contaminação, o animal tem até três meses de vida.
O médico veterinário da Cidasc, responsável estadual pelo controle da raiva dos herbívoros em Santa Catarina, Fábio de Carvalho Ferreira afirma que há anos a região não registrava este tipo de enfermidade.
Um rastreamento está sendo feito na região para vistoriar aproximadamente 600 propriedades, além de ações para aumentar a imunização. Apesar das mortes diagnosticadas, Fábio afirma que os casos tratados como isolados.
A vacinação é a forma mais eficaz pra evitar novas contaminações. A vacina leva 20 dias em média para agir na prevenção.

  • Fonte/Autor: Jornalismo Rádio Videira/ Jornalismo Rádio Caçanjurê
  • Foto: Ilustração/Inspetoria de Defesa Agropecuária de São Lourenço do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário