Pesquisar em Tílias News

Últimas Notícias

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Chapecó está entre as 20 cidades mais transparentes do país

Além da classificação por estados, em que Santa Catarina aparece no quarto lugar, o levantamento atualizado da transparência pública no Brasil, divulgado nesta quarta-feira pela Controladoria-Geral da União (CGU), também traz o ranking dos municípios. Com nota 9,56, Chapecó é a cidade catarinense melhor posicionada, na 19ª colocação entre os 665 municípios com mais de 50 mil habitantes analisados.

A análise ocorreu de 9 de julho a 14 de novembro de 2018, considerando diversos itens, como a disponibilidade de links, informações detalhadas e facilidades de caminhos dentro dos sites oficiais e Portais da Transparência de prefeituras e governo do Estado. A nota final varia de 0 a 10.

Entre as cidades catarinenses, a vice-liderança é de São Bento do Sul, com nota 9,37. Na sequência aparecem Gaspar (9,26), Blumenau (9,2) e Lages (9,14). Joinville é a 13ª, com nota 7,89, e Florianópolis ocupa a 22ª posição, com 6,87.

Mudança na metodologia

A Escala Brasil Transparente recebeu o adendo "Avaliação 360°" no nome, implementando uma inovação na tradicional metodologia de análise da transparência pública adotada pela CGU. Antes, a pesquisa levava em conta apenas a transparência passiva, que é aquela que depende de uma solicitação específica encaminhada ao poder público, deixando de lado informações que a entidade divulga espontaneamente.

No novo formato, houve uma mudança para contemplar também a transparência ativa (publicação de informações na internet). A avaliação incorporou então aspectos como a verificação da publicação de informações sobre receitas e despesa, licitações e contratos, estrutura administrativa, servidores públicos e acompanhamento de obras públicas.

Nacionalmente, o ranking é liderado por Serra (ES), com 9,95. Depois vêm a paraense Oriximiná, com 9,92, e a capixaba Vitória, com 9,85. A última posição é da amazonense Manacapuru, com 0,59. A média geral dos municípios foi 6,5.


Fonte: Diário Catarinense

Nenhum comentário: