quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Advogados do esfaqueador de Jair Bolsonaro em silêncio

Interrogados pela Polícia Federal (PF), os advogados do esfaqueador de Bolsonaro permaneceram em silêncio.



O extremista de esquerda Adélio Bispo de Oliveira, que tentou matar o presidente eleito Jair Bolsonaro, está sendo defendido na Justiça por um seleto trio de advogados.

Eles não dizem quem os contratou. E estão entre os advogados mais experientes em direito criminal de Minas Gerais. Os defensores têm no currículo os casos do goleiro Bruno e da missionária Dorothy Stang, entre outros famosos.

Os advogados pertencem a “NDCM Advogados Associados”, uma das maiores e mais requintadas bancas de advocacia de Minas, registra o jornal Gazeta do Povo.

A equipe jurídica recebe em espécie e usa jatinho para defender o autor do atentado contra Bolsonaro, mas se recusa a dizer o nome dos patrocinadores, segundo informações de O Antagonista.

Em matéria publicada dias atrás na revista Crusoé, ficamos sabendo que a Polícia Federal concluiu o interrogatório do trio de advogados que defende Adélio. Eles permaneceram em silêncio o tempo todo.

Fonte: Renova Mídia

Nenhum comentário:

Postar um comentário