quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Treze Tílias – Parceiros unidos pela eficiência, excelência e qualidade

Lacticínios Tirol prioriza a contratação de empresas comprometidas com prazo, processos e entrega.


Escolher da forma certa um fornecedor ajuda a garantir a qualidade dos produtos que o consumidor encontra na gôndola. É por isso que a Lacticínios Tirol prioriza a contratação de empresas comprometidas com prazo, processos e entrega. 

Fazer a gestão de uma ampla cadeia de suprimentos implica em gerenciar estrategicamente diferentes fluxos, também em coordenar as relações entre os diversos fornecedores, sempre com foco nos objetivos organizacionais. “A ideia é manter a qualificação dos nossos fornecedores, sempre prestigiando aqueles que se preocupam com a questão do preço, do custo benefício e também que estão atentos à necessidade de preservação do meio ambiente”, diz Douglas Negrini, gerente do Departamento de Suprimentos da Lacticínios Tirol. 

Leite transportado com extremo cuidado do campo ao ponto de venda 

Um aliado fundamental da Lacticínios Tirol são os fornecedores que atendem a cadeia logística. Eles são responsáveis por um processo que começa com a coleta da matéria-prima nas propriedades rurais, passa pela entrega nas unidades produtivas da marca Tirol (11 postos de coleta em Santa Catarina, 4 no Rio Grande do Sul e 1 no Paraná) e segue com a distribuição aos pontos comerciais em todo o Brasil. 

É preciso que tudo esteja alinhado, pois a eficiência da operação logística é fundamental para assegurar a qualidade do leite transportado. São centenas de veículos, monitorados ininterruptamente pelos profissionais da área e por sistemas que permitem controlar a temperatura interna e agilizar a entrega. 

Sempre atenta às novidades do setor, no último ano a Tirol implantou um novo centro de distribuição para atender a distribuição do Norte de SC, Vale do Itajaí e grande Florianópolis, eliminando armazenagem em fornecedores terceirizados. E também um novo centro de distribuição em São Paulo, com acesso fácil e estrutura verticalizada. “Tivemos como ganhos a ampliação da capacidade de armazenagem e a redução com despesas logísticas, um processo em constante evolução dentro da Tirol”, resume o gerente de Logística da empresa, Sandro Galego Salgado. Esta complexa engrenagem, quase imperceptível ao mercado, garante que o produto desejado esteja na gôndola no momento que o consumidor deseja, com a qualidade que ele merece.



Fonte: Básica Comunicações

Ruschel troca a chape pelo Goiás

Sobrevivente da tragédia deixa a chape


Alan Ruschel não irá mais vestir a camisa da Chapecoense na sequência da temporada. Na tarde desta quarta-feira, o lateral de 29 anos se despediu do elenco no CT da Água Amarela. Ele foi emprestado pelo Verdão do Oeste ao Goiás, clube que também disputa a Série A do Campeonato Brasileiro.
Ruschel é um dos três jogadores sobreviventes do acidente aéreo com a delegação alviverde na Colômbia, em novembro de 2016, junto com o zagueiro Neto e o goleiro Jakson Follmann.
O contrato com a Chape é válido até o fim de 2020
O lateral é revelado no Juventude e chegou à Arena Condá em 2013, onde disputou apenas seis partidas. O retorno ocorreu em 2016 – ele foi emprestado pelo Internacional. Em novembro de 2016, Alan Ruschel estava no avião da LaMia que caiu na Colômbia, quando o time se preparava para a final da Copa Sul-Americana. O atleta sobreviveu à queda e iniciou o processo de recuperação para voltar aos gramados.
O retorno aconteceu nove meses após o acidente. Ruschel entrou em campo na partida amistosa contra o Barcelona, no Camp Nou, e emocionou o mundo.
Fonte: Rádio Videira/Globo.com
Foto: Globo.com

Água Doce – Villaggio Grando recebe Pedal do Vinho em setembro

As inscrições podem ser feitas através do site www.riscozeroadventure.com.br

Vem novidade para os fãs de cicloturismo. Acontece no dia 29 de setembro, na Villaggio Grando, o evento Pedal do Vinho. O passeio inicia às 8h30 e tem como trajeto as belas paisagens do lugar que é referência na produção de vinho.



As inscrições podem ser feitas através do site www.riscozeroadventure.com.br. Os interessados deverão escolher entre as duas modalidades: Light (18 km) e Pró (50 km).

Haverá café da manhã, almoço e sorteio de brindes para os participantes, além de camisa do evento para os 100 primeiros inscritos pagos.


O Pedal do Vinho é organizado pela Villaggio Grando, localizada no km 109 da SC-350, e pela loja Pedal Bikes, presente na rua Gehrard Fezer.


Fonte: Caçador Online

Iguaçu retoma produção em Campos Novos e deve admitir até 60 novos funcionários


Após um período de retração da produção e de demissões, a unidade da Iguaçu Celulose e Papel, no Distrito de Ibicuí em Campos Novos, retomou a operação de uma máquina que estava parada a cerca de um ano e é destinada à produção de papel e à linha de embalagens.

Com isso, em torno de 30 trabalhadores foram contratados e pelo menos outros 30 devem ser admitidos até o final de agosto.

“É uma boa notícia. A empresa já iniciou a retomada de produção na máquina de papel 1 que estava parada há anos e também a linha de produção de embalagens. Já contrataram até este momento em torno de 30 trabalhadores e nos próximos dias pelo mais uns 30 trabalhadores. Sabemos que tem uma prioridade para quem foi demitido há uns dois anos. Mas a seleção dos trabalhadores contratados cabe ao RH da empresa. Ao sindicato cabe incentivar as admissões”, diz o presidente do Sitripel – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Celulose- Jocil Pereira Paes.

Quanto ao pagamento dos salários, segundo Jocil, este mês atrasou em torno de 10 dias, com pagamento no dia 14. “Mas a produção deve se alinhar e logo logo aos trabalhadores devem receber normalmente”, acentua Jocil.

Ao mesmo tempo, o Sitripel faz a intermediação entre trabalhadores e Iguaçu no sentido de regularizar a concessão de férias, além de acompanhar a regularização do depósito do Fundo de Garantia, cuja negociação foi feita com a Caixa Econômica.

“No dia 7 fechamos um acordo com a empresa Iguaçu sobre o descanso dos trabalhadores, com pendência de férias. Chegamos a um acordo, não é aquilo que os trabalhadores e o sindicato queriam. Tivemos várias reuniões e na quarta reunião fechados. A empresa vai pagar em até 20 meses. Os trabalhadores com valores menores serão os primeiros a receber.  Havia trabalhadores com duas, três férias vencidas”, observa Pereira.

Quanto à regularização do depósito do Fundo de Garantia, o presidente do Sitripel, observa que a Iguaçu fez um acordo com a Caixa Econômica Federal, para parcelamento do depósito. Desde fevereiro de 2016, não havia recolhimento do FGTS.

O presidente do Sitripel observa, entretanto, que em casos de demissão o trabalhador tem o direito de receber o FGTS, logo após a saída da empresa. (Informações Rádio Cultura)


Fonte: Michel Teixeira

Obras do Armazém Araucária têm início em Videira

Previsão é que o local seja entregue à comunidade em março de 2020



As obras do Armazém Araucária foram iniciadas e junto a ela também será executada a terceira etapa do projeto do Parque Rio do Peixe. Com recursos investidos na ordem de R$ 1,5 milhão, o empreendimento deverá ser entregue  a comunidade no mês de março de 2020, durante o aniversário de 76 anos de Videira.


O Armazém será construído ao lado da praça Nereu Ramos, utilizando a estrutura que seria do Terminal Urbano. Segundo o prefeito Dorival Borga, será uma empreendimento moderno e que valorizará ainda mais o Centro da cidade.


Fonte: Jornalismo Rádio Videira


Foto: Divulgação

Família de Água Doce pede ajuda para reconstruir casa destruída por incêndio


O sinistro ocorreu na manhã do último dia 14 de agosto. A casa e todos os pertences foram completamente destruídos pelo fogo. No momento do incêndio, ninguém estava em casa. As causas ainda são desconhecidas.

A residência pertencia a família de Rutinéia Ferreira da Costa e Roni Cesar Breda, moradores na comunidade de Cocho d´Agua, Água Doce. 

O casal tem cinco filhos: de 11 anos, nove anos, quatro anos, dois anos e um de 11 meses. Atualmente eles abrigados na casa da avó na cidade de Água Doce.

Rutinéia disse que a família pretende reconstruir a casa. Para isso eles contam com ajuda da população.


Segue uma lista do que a Família necessita:

02 cargas de areia
02 cargas de brita
1.000 blocos grandes
100 sacos de cimento
20 barras de ferro 3/8
120 m² Brasilit 6mm
120 metros de tábuas para cacharia
16 caibros de 5 metros - 12x7
100 metros de ripão 5x5
100 metros de forro
50 metros de madeira para paredes 
06 janelas
06 portas
Calçados masculinos nº 37 e 39
Roupas para as crianças e alimentos

Informações e doações entrar em contato com a Família pelo celular/ whattsapp (49) 9 9926-6998.









Fonte: Rádio Tropical FM

Caixa-Preta liberada: Luciano Huck e João Dória financiaram jatinhos pelo BNDES


Quando Gustavo Montezano assumiu a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ele prometeu abrir a ‘caixa preta’ da estatal. Na segunda-feira (19) o BNDES divulgou uma lista de 134 compradores de jatinhos da Embraer que contrataram financiamento no período de 2009 a 2014, durante o governo petista. Entre eles estão o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) e o apresentador Luciano Huck.

O governador de São Paulo conseguiu o empréstimo, por meio da Doria Administração de Bens e financiou uma aeronave de R$ 44 milhões em 2010. A lista inclui também R$ 17 milhões liberados para empresa do apresentador de TV Luciano Huck, a Brisair, em 2010 e mais R$ 39,7 milhões, em 2009, para a JBS, denunciada na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

O maior valor, de R$ 77 milhões, foi contratado em 2013 pela CB Air Taxi Aéreo, do empresário Michael Klein, das Casas Bahia.

Em seguida aparece a Brasil Warrant Administradora de Bens, que em 2013 financiou R$ 75,5 milhões. Essa empresa, uma das sócias da Alpargatas e atuante no segmento agropecuário, pertence à família Moreira Salles, sócia do banco Itaú Unibanco.

Com a divulgação da lista, o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, cumpre promessa feita pelo presidente Jair Bolsonaro na quinta-feira (15), em transmissão ao vivo nas redes sociais. O presidente disse que revelaria quem comprou jatinhos com recursos do banco estatal, ao “abrir a caixa-preta” da instituição.

Quando deputado federal pelo Partido Progressista (PP), em 2009, Bolsonaro votou a favor do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), que permitiu o financiamento de aviões da Embraer via BNDES.


Fonte: Michel Teixeira

Homem ataca alunos e professora com golpes de machado em escola do RS


Um homem atacou alunos com golpes de machado no Instituto Estadual Educacional Assis Chateubriand, em Charqueadas, na Região Carbonífera, nesta quarta-feira (21). A direção da escola informou que há três estudantes — entre 13 e 16 anos — e uma professora feridos.

Após desferir golpes contra os alunos, o homem, que portava um galão com combustível, teria tentado atear fogo em uma sala de aula. Segundo o chefe do Corpo de Bombeiros Voluntários, Maurico Naatz, os ferimentos nas vítimas são nas mãos, costas, pernas. A professora teria sido golpeada na cabeça. Ainda conforme os bombeiros, os feridos foram encaminhados ao hospital e se encontram em estado regular.

— Ele entrou dentro da escola com a machadinha e um galão de gasolina — relatou Naatz.

Ele disse ainda que não há informação sobre o vínculo do agressor com o colégio. Os alunos foram liberados das atividades escolares.

— Todas as vítimas foram encaminhadas ao hospital. Estão em estado regular, mas bem nervosos pelo fato que aconteceu na escola. Todas estão fora de risco, mas com ferimentos. A comunidade escolar está bem agitada com esse fato.

A Brigada Militar informou que foi acionada por volta das 13h10min e faz buscas ao agressor.


Fonte: Gaúcha HZ

Junta médica vai analisar caso do menino Joaquim e sugerir alternativas visando a reconstrução da sua face

Concórdia – O menino Joaquim Lorenzo da Silva, diagnosticado com malformação craniofacial, foi nas últimas horas a primeira consulta especializada visando iniciar um tratamento e uma série de cirurgias visando a reconstrução da face e correção da cabeça. A informação foi confirmada pela mãe do menino, Sebastiana de Matos Santos.

O caso do Joaquim Lorenzo ficou conhecido em todo o Brasil depois de uma reportagem publicada pela ATUAL FM. Há alguns meses a família iniciou uma campanha para arrecadar recursos para iniciar um tratamento com alto custo. Com ajuda da população da região foi possível arrecadar mais de R$ 100 mil para iniciar os tratamentos.

Sebastiana disse que esteve em Curitiba/PR realizando consultas com vários profissionais da saúde. O menino esteve consultando com geneticista para identificar a causa da malformação, com uma nutricionista que o desenvolvimento está dentro do normal, principalmente com relação ao peso e medida.

Ainda em Curitiba, Joaquim Lorenzo passou por uma consulta com um médico especialista em cirurgias crânio/maxilo/facial. Segundos os familiares, o médico disse que a região da face do menino é delicada e complicada, já que teria líquido na parte exposta. Uma junta médica irá analisar o caso e sugerir a melhor indicação nesse momento.

Sebastiana confirma que serão necessárias várias cirurgias. A expectativa dos familiares é de que a partir de um encaminhamento da junta médica também será possível ter uma noção mais clara dos custos de um procedimento desse porte. A preocupação da família é com as questões relacionadas a infecções, gripe e bactérias. 

“Vamos continuar com os cuidados para evitar qualquer tipo de infecção, gripe, bactéria, em fim tudo para o bem do nosso guerreiro Joaquim Lorenzo. Todo cuidado é pouco. Obrigado a todos pelo carinho e compreensão”, disse a mãe.

Fonte: Atual FM

Conheça o Gerson, o atleta cego que não deixou a deficiência ser o limite para seu sonho

Gerson treina ao lado da guia Iara para representar Joaçaba em uma competição estadual.

Gerson e a guia Iara durante um dos treinos no parque municipal

Quando você pensar que está com dificuldades, que sua vida não anda nada fácil, preste atenção nesta dupla da foto! Iara é a guia de Gerson, que tem deficiência visual, o que não foi suficiente para impedir um sonho, o de praticar esporte.


Gerson de Giacometti, de 47 anos, não nasceu cego, ele começou a perder a visão há 28 anos, devido a uma doença degenerativa. Aos poucos passou apenas a enxergar vultos e luzes. O fato fez com que encontrasse várias dificuldades, comuns a pessoas com deficiência, teve que se adaptar e no esporte encontrou o caminho.

“Tive a perda da visão parcial, gradativa e hoje só tenho um micro resíduo da visão. Qualquer atividade física é boa para a saúde e no geral, me ajuda bastante e estou feliz por treinar e ter a Iara a como guia”. Revela

Hoje, o atletismo motiva o Gerson no dia-a-dia, para sair da rotina e quebrar os seus limites.

“Como tenho a deficiência visual e a geografia das nossas cidades é ruim, as atividades aqui no parque ou em outro local são ótimas para mim. Só trazem benefícios, até mesmo na questão mental, já que praticamente fico em casa pelas dificuldades que encontro”. 

Iara Burlin, que é profissional de educação física na licenciatura e bacharel e pós-graduada em educação física escolar, treina um atleta com deficiência pela primeira vez. Ela e Gerson se preparam para representar Joaçaba nos Jogos Para desportivos de Santa Catarina, os Parajasc, que acontecerão em outubro na cidade de Caçador. Um desafio que ela aceitou com entusiasmo.


“Fiquei muito feliz ao receber a notícia que ia trabalhar com o Gerson. Para mim viver esta experiência está sendo muito gratificante. Estou tendo o apoio e as dicas do Fernando Orso, que já conhece o esporte paralímpico”. Comenta iara, citando o técnico que trabalha com a para-atleta Aline Rocha. Fernando começou em Joaçaba e é um dos precursores da Associação Regional de Atletas com Deficiência (ARAD). Hoje ele e Aline percorrem o mundo em competições.


Agora, integrado ao esporte, Gerson espera que as prefeituras e instituições apoiem os atletas com deficiência e que ofereçam a eles a possibilidade de praticar alguma atividade física, para que deixem o isolamento de suas casas.

“Temos a força de vontade, mas dependemos e precisamos do apoio das instituições que fazem o elo entre as pessoas com deficiência e a comunidade”.

Se depender de novos projetos, Iara revela que em 2020, novas oportunidades irão surgir.

“Para o ano que vem estamos com um projeto para chamar este público e desenvolver um trabalho com todos que tem deficiência e queiram praticar esportes”.


E se você quiser apoiar e incentivar esta dupla é só encontrar com eles nas terças e quintas no Parque Municipal. Quem sabe a força de vontade e o exemplo do Gerson toquem você para que também quebre seus limites e vá mais longe em busca dos seus sonhos! 


Fonte: Portal Éder Luiz

Repasses para o Minha Casa Minha Vida cresceram 142%

Os recursos alcançaram R$ 2,47 bilhões no primeiro semestre



Os repasses de recursos para o Programa Minha Casa Minha Vida foram ampliados em 142%, no primeiro semestre deste ano. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), os repasses alcançaram R$ 2,47 bilhões. Nos primeiros seis meses de 2018, o então Ministério das Cidades repassou R$ 1,02 bilhão.

O MDR recebeu este ano R$ 4,5 bilhões da União para aplicar em todas as políticas da pasta, como habitação, saneamento, segurança hídrica, mobilidade e defesa civil. Desse total, R$ 2,7 bilhões foram para o Minha Casa, Minha Vida, o equivalente a 59,8% dos recursos disponibilizados.

“As famílias de baixa renda foram as mais contempladas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, com 84,3% dos recursos pagos ao programa. Isso porque, do total - R$ 2,7 bilhões -, foram direcionados R$ 2,3 bilhões à Faixa 1, que contempla a categoria de salário mensal de 1,8 mil. Os outros R$ 428 milhões foram utilizados para subvenção econômica dos contratos das Faixas 1,5 e 2”, informou o ministério.

Resultados


Este ano o ministério entregou mais de 234 mil residências em todos os estados e no Distrito Federal. Além disso, foram contratadas 153,9 mil unidades habitacionais nas faixas 1,5; 2 e 3. Atualmente, 233,6 mil unidades estão em construção no território nacional, segundo o MDR.


Fonte: Agência Brasil

Portal revela data de estreia de 'La Casa de Papel' – Parte 4 e atriz fala sobre fim da série


Depois de anunciarem o fim das gravações da quarta parte de La Casa de Papel, alguns veículos noticiaram que a série espanhola poderia estar chegando ao fim, tudo isso com as informações vindas de alguns atores.

A intérprete de Raquel, Itziar Ituño, em entrevista para El País, fez certo mistério sobre quando a série irá terminar de vez. A atriz revelou que tem a impressão que a história não termina na quarta parte. “Acabamos de filmar a quarta temporada e acho que as coisas não terminam por aí”, contou.

Já o portal Vozpopuli anunciou que a nova temporada irá estrear em janeiro de 2020. A Netflix ainda não se pronunciou. De acordo com o site, as informações vieram por alguém do elenco, mas a fonte não foi revelada.

La Casa de Papel – Parte 3 estreou em julho deste ano e a temporada completa está disponível na Netflix



Fonte: Tribuna do Paraná

Prédio mais alto da América Latina, em Balneário Camboriú, terá elevador mais rápido do Brasil

Foto: Reprodução

As duas torres do Yachthouse By Pininfarina, em Balneário Camboriú, que serão, juntas, o maior edifício residencial da América Latina, terão o elevador mais rápido do Brasil. Os 81 andares, que correspondem a 275 metros de altura, poderão ser percorridos em menos de um minuto. 

A tecnologia foi desenvolvida pela Atlas Schindler, que fará no Yachthouse a estreia do modelo em prédios residenciais. O elevador tem capacidade de deslocamento de seis metros por segundo. Serão instalados, ao todo, 22 elevadores nas duas torres.


O prédio, construído pela Pasqualotto & GT, com design da Pininfarina, que é responsável por projetos de luxo para marcas como Ferrari e Maserati, deve ser entregue no ano que vem. Uma das coberturas já tem dono, desde o início da obra: pertence a Neymar.


Tabela de valores dos imóveis:




Fonte: NSC 

Plenário da Câmara aprova projeto que regulamenta a vaquejada

O plenário da Câmara dos Deputados concluiu na noite dessa terça-feira (20) a votação do projeto de lei que regulamenta as práticas da vaquejada, do rodeio e do laço no Brasil (PL 8240/17), após rejeição de três destaques do PT ao texto. A proposta vai à sanção presidencial.

O projeto é resultado da Emenda Constitucional 96 que, entre outros pontos, reconhece a vaquejada como bem de natureza imaterial integrante do patrimônio cultural brasileiro. A emenda determinou a regulamentação da prática por uma lei específica, que assegure o bem-estar dos animais envolvidos.

Vaqueiros na Esplanada dos Ministérios - Marcelo Camargo/Agência Brasil

De acordo com o texto aprovado, ficam reconhecidos o rodeio, a vaquejada e o laço como expressões esportivas e culturais pertencentes ao patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial.

A proposta aprovada define as modalidades que passam a ser reconhecidas como esportivas, equestres e tradicionais. Na lista estão, entre outras, o adestramento, o concurso completo de equitação, o enduro, o hipismo rural, as provas de laço e velocidade, a cavalgada, a cavalhada, o concurso de marcha, a corrida, as provas de rodeio e o polo equestre.

Em relação ao bem-estar dos animais, deve-se, em relação à vaquejada, assegurar água e alimentação suficiente sempre à disposição, assim como um local apropriado para o descanso. Também será necessário prevenir ferimentos e doenças por meio de instalações, ferramentas e utensílios adequados, além da prestação de assistência veterinária.


Posse de arma em propriedade rural

O plenário da Câmara também aprovou na noite de ontem, por 331 votos a 55, requerimento de urgência para o projeto de Lei 3715/19 do Senado, que autoriza a posse de arma no limite de toda a propriedade rural. Atualmente, a posse é limitada à casa e não à propriedade. O projeto está na pauta da sessão do plenário desta quarta-feira (21).


*Com informações da Agência Câmara

Fonte: Agência Brasil

Tratador é morto por dois leões e uma leoa ao tentar consertar cerca


Um tratador e dono de uma fazenda de observação de leões em Hammanskraal (África do Sul) foi morto por três felinos quando tentava consertar a cerca em que os animais eram mantidos.
Leon van Biljon, de 70 anos, conhecido como Homem-Leão, convivia em harmonia com os leões Rambo e Nakita e a leoa Katryn no Mahala View Lion Game Lodge. Porém, ao se aproximar da cerca, ele deu as costas aos felinos, que o atacaram.
Os leões e a leoa foram abatidos a tiros para que paramédicos pudessem se aproximar de Leon. Mas nada mais podia ser feito, de acordo com o "Daily Mirror".

"Um leão veio por trás e agarrou o pescoço de Leon. Não havia nada a fazer para salvá-lo", disse uma testemunha.
Ambientalistas manifestaram repúdio à decisão de abater os animais.
Semanas atras, Leon tinha posto a fazenda à venda por cerca de R$ 1 milhão a fim de se aposentar.

Fonte: EXAME