quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Vítimas do desastre aéreo na Colômbia foram identificadas

Todas as 71 vítimas que morreram no avião da delegação da Chapecoense já foram identificadas na Colômbia. Segundo necropapiloscopista do IGP, que auxiliou nos trabalhos, Ruy Fernando Garcia, o reconhecimento feito através das digitais começou nesta quarta-feira e terminou às 22h30min de Medellín (cerca de 1h30min no horário oficial de Brasília).
Foto: Diorgenes Pandini

Agora, a expectativa do diretor jurídico da Chapecoense, Marcelo Zolet, é que corpos cheguem na cidade de Chapecó na madrugada de sexta-feira. Todas as vítimas que morreram no desastre aéreo precisam passar pelo processo de embalsamento - uma das exigências para o transporte dos corpos - para então serem emitidas as certificações.

Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) estão na Base de Manaus, no Norte do país, e aguardam autorização para realizarem o translado.

Homenagens O secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira, que está em Medellín, afirma que a prefeitura da cidade está organizando um ato de despedida às vítimas do acidente.

Estão sendo providenciados 70 carros funerários para levar os corpos até o aeroporto de Medellín, onde terá uma cerimônia com honras militares para os atletas e jornalistas que perderam a vida nesta tragédia aqui na Colômbia, afirmou.

O presidente da República, Michel Temer, e o governador Raimundo Colombo irão acompanhar o velório coletivo em Chapecó. A cerimônia fúnebre acontecerá na Arena Condá, em Chapecó, e está prevista para esta sexta-feira, ainda sem horário definido.

  • Fonte: Agência RBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário