sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Herval d’ Oeste: Mandado de segurança impede vereadores de votar as contas do prefeito

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores que seria realizada nesta quinta-feira (15), teve que ser cancelada. O motivo: O prefeito Nelson Guindani entrou com um mandato de segurança pedindo a observância do prazo de 10 dias para contraditório, contados da intimação da aprovação do relatório, das suas contas relativas a 2013, pela Comissão de Finanças do Legislativo. O prazo encerra nesta terça-feira (20), como a pauta está trancada em função da votação das contas a sessão foi transferida para quarta-feira (21) as 8 horas.

 O presidente do Legislativo Adelar Provenci- Kiko- (PR), se mostrou bastante indignado com o procedimento do Executivo. “Estão fazendo de tudo para que os trabalhos do Legislativo não andem. Temos inúmeros projetos importantes para votar como; o orçamento para 2017, da redução ou não do número de vereadores, reposição salarial do funcionalismo entre outros. Mas quarta-feira de qualquer forma as contas do prefeito serão votadas e os demais projetos, estamos encerrando o ano Legislativo e queremos limpar a pauta e assim por fim a estas manobras da assessoria jurídica do prefeito”.

Fonte: Joce Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário