quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Chapecó reza missa de sétimo dia a céu aberto com 1.500 pessoas

Missa foi celebrada do lado de fora da Igreja Matriz

Foto: Luiza Oliveira
Sete dias depois da queda do voo 2933 da LaMia, cerca de duas mil pessoas se reuniram na Praça Coronel Bertaso, em frente à Catedral Santo Antônio, no Centro de Chapecó, para rezar pelas 71 vidas que se foram nos arredores de Medellín na madrugada de 29 de novembro.

A missa de sétimo em dia foi também uma corrente coletiva para orar pela saúde dos sobreviventes e, principalmente, valorizar o legado e as lições que a comunidade e o time chapecoense deixaram ao mundo.


Durante a cerimônia, comandada pelo bispo Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília e presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), um dos discursos mais emocionantes foi de Daiane Palaoro, filha do ex-presidente da Chape, Sandro Palaoro, uma das vítimas da tragédia na Colômbia. Nele, Daiane expõe com clareza um sentimento que é visível no povo chapecoense, apesar da dor e tristeza desses dias: a Chape voltará mais forte do que antes.

Fonte: Rádio Videira AM

Nenhum comentário:

Postar um comentário