terça-feira, 8 de novembro de 2016

Unoesc estreia com prata e bronze nos Jogos Universitários Brasileiros em Cuiabá

Entre os dias 3 e 12 de novembro, a Unoesc participa da 64ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), em Cuiabá (MT). Nas modalidades individuais, que terminaram neste domingo (6), a universidade conquistou o 2º lugar no xadrez individual masculino e o 3º lugar no basquete 3X3 masculino. Agora, começam as modalidades coletivas e a delegação da Unoesc vai competir, pela categoria masculino, no futsal, voleibol e basquete.


A participação nos JUBs só aconteceu por causa das conquistas da equipe nos Jogos Universitários Catarinenses (JUCs), realizado em Caçador, no mês de julho deste ano. Para competir nos Jogos Universitários, a delegação catarinense é formada por 177 integrantes, sendo 49 da Unoesc. Além de participar do judô feminino e do futebol virtual, a universidade já competiu, pela categoria masculino, no xadrez, basquete 3X3, judô e tênis de campo.


Lucas Aguiar Cunha conquistou a prata no xadrez e o basquete 3X3 levou o bronze na partida contra a Uninassau-PE. A disputa foi apertada e terminou em 13 a 11. Os atletas do judô, Tamara Santos Moura e Igor Henrique Willrich, ficaram em 5º lugar no peso pesado e no peso meio-médio, respectivamente. Em 5º lugar ficou também o acadêmico Caetano Castro, no Futebol Virtual, uma modalidade de esporte eletrônico que foi lançada nos JUBs em Cuiabá, por meio da franquia FIFA. No tênis de campo, Rodrigo Ferreira ficou em 9º lugar.



Segundo a coordenadora do curso de Educação Física da Unoesc Joaçaba e responsável pela delegação da universidade, professora Elisabeth Baretta, a Unoesc, que participa dos JUBs desde 2005, tem conquistado grandes resultados.

— O nível técnico das equipes é muito bom. Por meio das parcerias que a Unoesc possui com as Associações Esportivas, temos conseguido, nos últimos anos, sempre bons resultados, sendo que, por muitas vezes, a Unoesc foi campeã nacional. Estamos torcendo para que, neste ano, estes bons resultados se repitam, e que, novamente, a Unoesc possa subir ao lugar mais alto do pódio. Entre muitas razões, este é um motivo de ser Unoesc — comentou.



fonte: Dhébora Santiago/Ascom Unoesc

Nenhum comentário:

Postar um comentário