segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Raimundo Colombo se reúne em Joaçaba com imprensa regional com prestação de contas das obras do Governo do Estado

Na tarde da última sexta-feira, dia 18 de novembro no auditório da ADR Joaçaba, o Governador Raimundo Colombo, reunião jornalistas representantes de diversos veículos de comunicação, ligados as ADRs de Joaçaba, Campos Novos, Videira, Caçador e Concórdia.

O objetivo da reunião foi de prestar contas das obras que o Governo do Estado executa, e aproximar o contato do governador com a imprensa regional.

Raimundo Colombo por cerca de uma hora e meia, respondeu a perguntas dos jornalistas, referentes as mais diversas áreas de ações de seu governo.

O governador iniciou falando sobre a arrecadação e despesas do Governo, observando que 2016 está sendo um ano difícil para equilibrar as contas, mas garantiu que todos os compromissos com as contas públicas serão honrados até o final do ano.

Colombo destacou que o Estado de Santa Catarina possui uma grande geração de emprego e renda, ele credita isso aos percentuais mais baixos de impostos cobrados, onde torna-se viável a instalação de empresas, com custos mais baratos aos empresários.

No setor turístico o governador destacou o potencial do estado em todos os meses do ano, mas fez ressalvas a temporada de verão 2016 e 2017, que deverá atrair só de Argentinos mais de dois milhões de pessoas.

Raimundo Colombo entre outros assuntos comentou ainda sobre os processos licitatórios de contratação de empresas para prestar serviços do Estado. Disse que muitas obras não andam por culpa das empresas contratadas que não cumprem com os contratos e abandonam as obras.

Com as obras inacabadas conforme o governador, é preciso dispensar a empresa contratada e abrir novo processo para contratar outra empresa, e devido a burocracia os serviços e finalização das obras acabam demorando, sendo um prejuízo para a comunidade.

Colombo exemplificou, que uma empresa coloca na licitação o menor preço para ganhar a obra, e depois solicita um aditivo para começar ou concluir uma determinada obra, e este tem sido o maior problema do governo junto as empresas para a execução e conclusão dos serviços.

Perguntado pela reportagem da Rádio Tropical FM sobre a construção da nova ponte do Rio São Bento divisa dos municípios de Treze Tílias e Iomerê na SC 355 que está sendo pavimentada, Colombo disse que vai conversar com o setor de engenharia, para ver da possibilidade do transito no local possa ser liberado, com a construção de uma ponte provisória no local.

Por fim sobre política o governador disse que pretende nas próximas eleições candidatar-se ao Senado, e sobre a saída do PR de seu governo, disse ser um processo natural, pois cada partido tem através suas lideranças, o direito de escolher ficar ou sair do governo.

Durante a coletiva em Joaçaba o governo também foi questionado sobre a restauração da rodovia Videira a Tangará, cuja obra esta parada. O trecho em frente ao IFC até próximo a Videplast, toda a camada antiga foi retirada ficando apenas pedra brita. Informações apontam que a empresa está pedindo um valor a mais como aditivo para continuar o serviço, o que foi recusado pelo governador. Em contra partida a empresa teria retirado todas as máquinas e homens que trabalhavam no local para pressionar pelo aumento. Uma reunião entre a Agência de Desenvolvimento Regional e a empresa contratada está marcada para acontecer entre hoje ou amanhã para definir a situação. Na última semana várias pessoas ligaram para o departamento de jornalismo da Rádio Videira para reclamar da situação e pedir uma solução urgente para o problema que a rodovia tem grande movimento de veículos o que está sendo dificultado devido a paralisação ou atraso na obra.




Fonte: Rádio Tropical FM / Rádio Videira AM

Nenhum comentário:

Postar um comentário