quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Programa incentiva plantio de milho, feijão e pastagem após a colheita do tabaco em Santa Catarina

Diversificar a produção e aproveitar melhor os recursos das propriedades rurais dos fumicultures. Esta é a proposta do Programa Milho, Feijão e Pastagens Após a Colheita do Tabaco em Santa Catarina.

A parceria para execução do programa foi renovada pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e o Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco nesta segunda-feira, 21.

Segundo Spies, a Secretaria da Agricultura oferece a orientação técnica aos produtores, através da Epagri, e fornece as sementes de milho, por meio do Programa Terra-Boa.

O programa acontece nos três estados do Sul, região responsável por 98% da produção brasileira de tabaco.

Na safra passada, R$ 650 milhões foram injetados na economia com o plantio de 152 mil hectares de milho e feijão depois da colheita do tabaco.

Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário