quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Prioridade é liberação dos corpos, garantem autoridades na Colômbia

71 vítimas do desastre aéreo

Foto: Bruno Alencastro
Liberar o mais rápido possível os corpos das 71 vítimas do desastre aéreo na Colômbia. Essa é a prioridade das autoridades que estão no país. O embaixador do Brasil na Colômbia, Júlio Bitelli, comentou que a expectativa é encerrar a identificação das digitais das vítimas, primeiro passo para a liberação, ainda nesta quarta-feira. As informações são da repórter Talita Rosa, da RBSTV.

Os próximos passos incluem o embalsamento dos corpos, exigido para o transporte, e emissão dos certificados de óbitos. O embaixador não falou em prazos, mas garantiu que dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) estão a postos em Manaus para fazer o transporte.

O primeiro avião da FAB chegou na Colômbia por volta das 23h20min no horário de Brasília (20h20min na Colômbia) com uma tripulação de 40 pessoas, incluindo membros do Itamaraty, médicos e técnicos para auxiliar na liberação. Bitelli explicou que alguns fatores auxiliaram para que não fosse necessário que os familiares das vítimas se deslocassem até a Colômbia.


Um deles é que como o avião não explodiu é possível fazer a identificação por digitais e recolher os passaportes para fazer a identificação. Até o momento apenas familiares de um dos tripulantes bolivianos que morreu no acidente foram ao local.

  • Fonte: Agência RBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário