segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Temporal e ventos causam destruição e morte no sul do estado

A tempestade que atingiu o Sul do Estado na manhã e tarde de domingo deixou uma criança de sete anos morta, casas destelhadas e cerca de 140 mil unidades sem energia elétrica.

De acordo com a Defesa Civil de Santa Catarina, ao evento na região teve características de um tsunami meteorológico, que ocorre quando o tempo está instável, com sol, nuvens e muito vento.

A equipe também não descarta a possibilidade de uma microexplosão, como a que ocorreu em Ponte Alta, em maio deste ano.

De acordo com o secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, Tubarão foi a cidade mais atingida. Os ventos ultrapassaram os 90 quilômetros por hora na região, derrubando árvores e deixando 70% da rede elétrica afetada.

Uma criança de sete anos morreu na cidade. Ela estava no banco traseiro de um veículo, quando uma árvore a atingiu.

As cidades do entorno também foram atingidas. Segundo Moratelli, houve destelhamento em Capivari de Baixo, Braço do Norte, Criciúma, Sangão e Balneário Rincão.

Em Araranguá, uma onda invadiu a faixa de areia na praia e arrastou sete veículos. Também houve danos materiais em casas e restaurantes próximos da orla. As regiões atingidas foram Barra do Torneiro e Balneário Rincão.

Fonte: Rádio Tropical FM  

Nenhum comentário:

Postar um comentário