quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Pesquisa do Mestrado em Biociências e Saúde da Unoesc é apresentada em congresso mundial

Rafael Rodrigues Rothbarth, Carina Rossoni e Roberto Zílio, receptor da residência em Clínica Cirúrgica do HUST, e também um dos autores do trabalho



O mestrando do Programa de Mestrado em Biociências e Saúde e professor do curso de Medicina da Unoesc Joaçaba, Rafael Rodrigues Rothbarth, juntamente com a professora doutora do Programa de Mestrado em Biociências e Saúde e orientadora do projeto, Carina Rossoni, participaram do 21st World Congresso of International Federation For The Surgery of Obesity & Metabolic Disorders, nos dias 28 de setembro a 1º de outubro, no Rio de Janeiro.

O congresso mundial de cirurgia bariátrica e distúrbios metabólicos ocorre anualmente, e neste ano o nosso país sediou. Este deve-se ao papel fundamental que os cirurgiões, nutricionistas, psicólogas, fisioterapeutas, endocrinologistas, enfermeiras, fonoaudiólogas e demais especialidades associadas nos avanços do tratamento cirúrgico e no desenvolvimento da cirurgia metabólica. Além disso, o Brasil tem um papel fundamental nas discussões mundiais sobre a obesidade.

Atualmente, 17% da população brasileira é portadora de obesidade, 3% obesidade mórbida e 60% sobrepeso, mais de 90 mil procedimentos bariátricos são realizados anualmente, de acordo com os dados do Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica.

Sabemos da importância da prevenção desta doença, considerada como fator de risco intermediário para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis: doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e doenças respiratórias crônicas, assim como dos tratamentos clínico, farmacológico e cirúrgico. Estes com critérios bem estabelecidos de acordo com a gravidade da doença.

Nesta ocasião, o mestrando Rafael Rodrigues Rothbarth apresentou parte dos resultados da sua dissertação de mestrado, com o título “Evaluation of biochemical and cardiovascular parameters in bariatric Roux-en-Y gastric bypass surgery patients”.

Fonte: Dhébora Santiago/Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário