segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Joaçaba: Candidato a vice pelo PMDB e assessor deixam o presídio após pagar fiança de R$ 27 mil

O candidato a vice-prefeito pelo PMDB de Joaçaba, Ademir Righi,deixou o presídio por volta das 21h deste domingo após pagar em dinheiro uma fiança de R$ 27 mil. Righi e seu cabo eleitoral foram presos em flagrante acusados de compra de votos no bairro Santa Teresa nas imediações do colégio Frei Bruno, onde existia uma urna de votação. Os dois, e mais a pessoa que teria vendido o voto, foram levados para a delegacia e em seguida para o presídio. O Juiz Eleitoral, Fabrício Rosset Gast, em entrevista a Rádio Catarinense, ainda na noite deste domingo, declarou que a partir de agora eles responderão processo pelo crime eleitoral.

Uma outra candidata a vereadora, Juanna Figueiredo, detida com propaganda irregular na praça em frente ao CERT, foi liberada após aceitar prestar serviços comunitários.

Leia Mais: Candidato a vice-prefeito de Joaçaba é levado ao presídio por compra de Voto

Fonte: Rádio Catarinense 

Nenhum comentário:

Postar um comentário