segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Concórdia: Mercado de suínos permanece estagnado

Os produtores independentes de suínos de Santa Catarina não atingiram o patamar esperado na bolsa de suínos de segunda-feira, que projetou negócios a R$ 3,90 pelo quilo do suíno vivo.

Conforme o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio Luiz de Lorenzi, a remuneração pelo quilo do animal vivo ficou entre R$ 3,60 e R$ 3,90.

Na opinião de Lorenzi, a situação é muito preocupante porque mostra a instabilidade do setor. Conforme o presidente da ACCS, o suinocultor já esgotou seus recursos para se manter na atividade. De acordo com Lorenzi, os bancos não liberam mais linhas de créditos para que os produtores tenham uma sobrevida no campo. Segundo ele, há um desespero muito forte e que a situação só não é pior porque as exportações estão boas.

Na visão de Lorenzi, as grandes agroindústrias e cooperativas precisam intervir no atual cenário de desestabilidade da atividade, já que que ampliaram seus planteis, é necessário segundo ele, reduzir drasticamente a produção ou muitos produtores sairão da atividade.

Fonte: Rádio Tropical FM  

Nenhum comentário:

Postar um comentário