quinta-feira, 8 de setembro de 2016

“Não está sendo fácil, mas estou seguro de que vamos fechar o ano bem”, afirma Colombo

O governador Raimundo Colombo reuniu na tarde desta segunda-feira, 5, em Lages, os secretários executivos das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) para fazer um balanço do atual cenário econômico e político brasileiro e tratar dos desafios para os próximos meses em Santa Catarina. O secretário executivo da ADR Joaçaba, Ricardo Grando, participou do encontro.

“Estamos enfrentando uma crise muito grave, com queda de arrecadação e alta da inflação impactando os custos fixos. Os próximos meses ainda vão ser difíceis e exigirão muito empenho de todos em uma gestão cada vez mais eficiente e equilibrada”, afirmou.

O governador Colombo lembrou que apenas em agosto deste ano a arrecadação em Santa Catarina teve queda de 0,5% em relação ao mesmo mês do ano passado, isso sem considerar a inflação do período. “Para manter o equilíbrio fiscal, é preciso que todos sejam muito dedicados no controle das contas. O desafio é muito grande, estamos conseguindo tocar tudo com normalidade, mas temos que continuar apertando o cinto. E essas reuniões com o secretariado são importantes para nosso planejamento mês a mês”, acrescentou.

Além de uma gestão cada vez mais rigorosa e eficiente, o governador Colombo ressaltou estratégias adotadas contra o cenário de crise, como a decisão de não aumentar impostos em Santa Catarina para manter a competitividade do Estado. “Essa é uma medida que beneficia toda a sociedade. Não aumentamos impostos e a economia que o catarinense tem com, por exemplo, o IPVA, a conta de energia e a de telefone, se compararmos com valores de outros estados, permite enfrentar de melhor maneira a inflação. Ao mesmo tempo, esse status tributário diferenciado ajuda a atrair novas empresas e a proteger e impulsionar o emprego dos catarinenses”, explicou.

A continuidade no cronograma de obras, a reforma da previdência estadual iniciada em 2015 e a vitória da tese catarinense na renegociação da dívida dos estados com a União foram outros pontos destacados. “Estas medidas do governo estão produzindo resultados. Não está sendo fácil, mas estou seguro de que vamos fechar bem o ano, tocando todas as obras e com boa qualidade nos serviços para a população. Com a ajuda de todos, vamos conseguir vencer os desafios”, acrescentou, lembrando que o mesmo rigor será necessário para manter o equilíbrio também em 2017.

Fonte: Alexandre Lenzi/ Secretaria de Estado de Comunicação – Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário