quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Escola de Tangará ganha concurso do Dia Nacional do Campo Limpo na Escola

A Escola de Educação Básica Professor João Jorge de Campos, de Tangará (SC), foi vencedora do concurso do Dia Nacional do Campo Limpo na Escola. A Escola Municipal Kennedy Professora Maria Clarice M. de Queiroz, em Luziânia (GO), ficou com o segundo lugar e a Escola Municipal Nilza de Oliveira de Oliveira Pipino, em Formosa do Oeste (PR), com o terceiro. O Dia Nacional do Campo Limpo na Escola é uma das iniciativas promovidas para comemorar o Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL) e leva a crianças do ensino fundamental uma programação especial, que inclui apresentação teatral, exposição de desenhos, gincanas, passeios ecológicos e produção de materiais com temas ambientais.

Este ano, 119 escolas, de 15 estados brasileiros, se inscreveram de forma gratuita no concurso, segundo dados do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias). O número é superior ao do ano passado, que engajou 41 escolas, e bateu o recorde das cinco edições da premiação. As inscrições foram realizadas por meio do professor responsável pelo desenvolvimento da atividade escolhida. Os participantes postaram no site do instituto as atividades desenvolvidas ao longo do ano como comemoração ao DNCL.

A votação dos trabalhos inscritos no concurso foi aberta ao público e realizada exclusivamente pelo site entre os dias 5 e 25 de setembro. Foram totalizados mais de 43 mil votos, número bem maior do que os 30.207 alcançados em 2015. O primeiro lugar teve 5.079 votos, o segundo, 1.281, e o terceiro, 1.006. As três escolas e os seus respectivos professores responsáveis pela realização das atividades serão premiados. Cada escola vencedora receberá um aparelho de data show. Já os professores, receberão um notebook. Os prêmios serão enviados até 15 dias após contato com o premiado.

Conheça os projetos vencedores:

1° Lugar - Tangará (SC)

Nome da Escola: Escola de Educação Básica Professor João Jorge de Campos

Nome do Professor responsável pelo desenvolvimento do projeto: Daiane Coelho Bogo

Quantidade de Votos: 5.079

Descrição da Atividade: Com o objetivo de conscientizar os alunos a praticarem os "três erres" (reduzir, reutilizar e reciclar), a professora desenvolveu o projeto "Aprendendo a reciclar", que envolveu diversas atividades em sala de aula para estimular a criatividade e ampliar o senso crítico dos alunos, como: oficina de brinquedos, campanha de arrecadação de jornais e revistas na escola e implantação da coleta seletiva.



2° Lugar - Luziânia (GO)

Nome da Escola: Escola Municipal Kennedy Professora Maria Clarice M. de Queiroz

Nome do Professor responsável pelo desenvolvimento do projeto: Selma Pereira da Silva Oliveira

Quantidade de Votos: 1.281

Descrição da Atividade: O projeto promoveu a revitalização do jardim da escola, utilizando pneus velhos e garrafas PET. Por meio de uma composteira criada pelos próprios alunos, eles fizeram o adubo para plantar as mudas que vão compor o jardim. Com a ajuda dos pais e amigos da escola, a professora arrecadou tintas e pincéis para pintar os pneus onde foram plantadas as mudas ornamentais.



3° Lugar - Formosa do Oeste (PR)

Nome da Escola: Escola Municipal Nilza de Oliveira de Oliveira Pipino

Nome do Professor responsável pelo desenvolvimento do projeto: Angela Roberta Neves de Brito Pinto

Quantidade de Votos: 1.006

Descrição da Atividade: Por incentivo da professora, alunos e seus familiares fizeram a coleta de garrafas PET durante a semana e as levaram para a escola às sextas-feiras, onde eram armazenadas e pesadas. Ao completar uma carga relevante, as garrafas eram encaminhadas para a indústria de reciclagem. O cronograma de recolha acontece durante o ano letivo.



Sobre o Dia Nacional do Campo Limpo

O Dia Nacional do Campo Limpo foi instituído no calendário brasileiro em 18 de agosto, por meio da Lei Federal 11.657 de 16 de abril de 2008. Cerca de um milhão de pessoas, de todo o país, já participaram das comemorações; em 2015 foram mais de 100 mil participantes. A celebração da data é realizada pelas centrais de recebimento de embalagens vazias, com apoio do inpEV, seus associados fabricantes de defensivos agrícolas, entidades representativas do setor (Abag, Aenda, Andav, Andef, Aprosoja, CNA, OCB e Sindiveg), organizações públicas (governo municipal e estadual) e privadas, além de outros apoiadores locais.


Sobre o inpEV

Há 15 anos, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) coordena o Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação. É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.


Sobre o Sistema Campo Limpo

Gerenciado pelo inpEV, o Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário