quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Concórdia: Santa Catarina responde por 39% das exportações brasileiras de carne suína em agosto

O estado se consolida como o maior produtor e exportador de carne suína do país e embarca mais de 25,6 mil toneladas do produto em agosto, 44% a mais do que no mesmo período de 2015.

O resultado das exportações rendeu a Santa Catarina um faturamento de US$ 53,9 milhões, uma alta de 30% se comparado com agosto do último ano.

De janeiro a agosto de 2016, o volume exportado por Santa Catarina já é 47% maior do que no mesmo período do ano passado.

Ao todo, foram 179,3 mil toneladas de carne suína enviada para o exterior, acumulando receita de US$ 337 milhões e 400 mil dólares.

Para o secretário adjunto da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, o sucesso de Santa Catarina na produção e exportação de carne suína se deve à alta qualidade e aos custos competitivos.

Sem contar o diferencial da excelência sanitária catarinense, como único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal.

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações brasileiras de carne suína em agosto deste ano chegaram a 65,5 mil toneladas, uma alta de 30,7% em relação a agosto de 2015.

Em Santa Catarina, a produção anual de carne suína gira em torno de 850 mil toneladas. Com um rebanho efetivo estimado em sete milhões de cabeças, o estado é responsável por 27% da produção nacional, cerca de 3,48 milhões de toneladas, e é o maior exportador de carne suína do país. Atualmente, o estado exporta quase 190 mil toneladas por ano.

Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário