sexta-feira, 9 de setembro de 2016

A educação no Brasil está deixando a desejar

Foi o que mostrou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, nota que avalia a qualidade da educação no país.

O índice avalia, em uma escala de zero a dez, a qualidade do aprendizado de português e de matemática dos alunos do ensino fundamental e médio.

O Ideb estabelece metas anuais para a melhoria do ensino no país.

Só que nem o ensino médio, nem o ensino fundamental dois, do sexto ao nono ano, conseguiram cumprir as metas.

Do sexto ao nono ano do ensino fundamental houve melhora de 4,2 para quatro e meio. Mas não o suficiente para suprir a meta que era de 4,7.

A pior situação é no ensino médio, em que o índice está parado desde 2011 com nota menor que quatro. O Ministro da Educação, Mendonça Filho, defendeu uma reforma no ensino médio.

Única faixa que conseguiu cumprir a meta foi a do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental.

O Ideb passou de 3,8 em 2005 para 5,5 em 2015. Só o Amapá, o Rio de Janeiro e o Distrito Federal não conseguiram cumprir a meta para essa faixa etária. O objetivo do Brasil até 2022 é chegar a uma média seis para todos os anos do ensino básico.

Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário