quinta-feira, 15 de setembro de 2016

23 suspeitos de transferência ilegal de títulos são indiciados

No Oeste, 23 pessoas foram indiciadas suspeitas de transferir os títulos eleitorais de forma ilegal. Segundo a Polícia Civil, a maioria mora em Ipira, mas forjava residir na cidade vizinha de Piratuba. Eles vão responder por falsidade ideológica.

Entre os indiciados, estão representantes de diretórios municipais de partidos políticos. Segundo o delegado Ricardo Saroldi Chaves, quase todos moram em Ipira. Mas, para conseguir transferir o título de eleitor, apresentavam documentos falsos como se morassem no município vizinho de Piratuba.

Crimes

Os 23 indiciados vão responder por falsidade ideológica e pelo artigo 350 do código eleitoral que também trata de declarações falsas. Em ambos os casos, a pena varia de 1 a 5 anos de prisão, além do pagamento de multas.

Todos os indiciados ficaram em silêncio nos depoimentos e não colaboraram com as investigações, por isso a polícia não conseguiu identificar quem comandava o esquema.

O inquérito agora é analisado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), que deve oferecer denúncia à Justiça até a próxima semana.

Fonte: G1/SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário