sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Joaçaba: “Temos que continuar insistindo junto ao Ministério” diz Prefeitura sobre o corte de recurso para o aeroporto

“Fomos pegos de surpresa”. Essa foi a afirmação feita pelo secretário de administração de Joaçaba, Celso Felipe Bordin, sobre a notícia de que o corte no repasse de recursos do Governo Federal, destinado aos aeroportos, atingia Joaçaba. Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, 24, a administração municipal comentou o corte e como deve tentar reverter essa situação.

De acordo com Felipe Bordin, há que se destacar que o corte não aconteceu por culpa do município, uma vez que, o Governo Federal está realizando cortes em diversas áreas. Além disso, dentre todas as cidades anunciadas como sendo contempladas no Programa de Aviação Civil, Joaçaba é a que mais adiantou processos, tendo já mapeado áreas de desapropriação e feito ainda, o estudo da zona de proteção ambiental do aeroporto.

“É o momento de permanecer insistindo junto ao ministério. Nossa maior defesa, além de enfatizar a importância do aeroporto para região meio-oeste, é o adiantado da documentação e de tudo que nos foi solicitado. Já foram investidos cerca de R$9 milhões de reais de um dinheiro que não é do município, mas, é recurso público que tem que ser levado em conta”, Afirmou Bordin,

A primeira medida tomada segundo a administração de Joaçaba, foi conversar com o Deputado Federal Jorginho Mello que representa a região, para que tente uma audiência junto ao Ministério dos Transportes, argumentando pela importância do aeroporto, o interesse demonstrado pela administração que cumpriiu prazos e adiantou etapas, e ainda o valor já investido.

“Tanto o Aeroporto de Chapecó como o de Correa Pinto que continuam contemplados com os recursos são importantes, mas, temos que defender o Nosso. Temos esperança de conseguir reverter essa situação e continuarmos nesta primeira lista em que estavamos. Na pior das hipóteses, Joaçaba será contemplado na segunda etapa do Projeto já anunciado.Mas ser excluído, isso, jamais. “. Finalizou Celso Felipe Bordin.

Fonte: Redação Portal Éder Luiz

Nenhum comentário:

Postar um comentário