segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Joaçaba: Realizada primeira aula de português para os imigrantes Haitianos

A primeira aula, com o objetivo de ensinar a língua portuguesa aos imigrantes haitianos, foi realizada na tarde deste sábado, 13. A iniciativa é uma parceria da Prefeitura Municipal de Joaçaba, através do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e da Escola Governador Celso Ramos de Joaçaba, através das professoras de língua portuguesa, Ivonete Likes e Karin Menincin Pastori, das assessoras de direção, Fátima Pincegher de Oliveira e Roselaine Bortolli, da orientadora pedagógica, Sinclair Biazotti e dos alunos do Grêmio Estudantil.

As aulas serão realizadas todo o sábado até o final do ano. A prefeitura dará o lanche e o material didático, que é formado de uma apostila, caderno, lápis e caneta e os alunos lecionarão o português básico. “O Grêmio Estudantil da escola quis fazer um projeto diferenciado, que envolvesse a comunidade e, diante da situação em que os haitianos se encontravam, se dispuseram voluntariamente. Eles trabalharão ensinando os imigrantes, coordenados pelas professoras que foram responsáveis por preparar o material e ficam na sala de aula junto com eles”. Explicou Fátima Pincegher de Oliveira.

Antes do início da primeira aula, os imigrantes passaram por um cadastro, fornecendo dados pessoais e informações sobre escolaridade e quais idiomas falam atualmente. Na sequência, foram recepcionados no auditório da escola, onde a dinâmica do projeto foi explicada pelas professoras e traduzida com a ajudada Irmã Irma Pizzoni, da pastoral do imigrante de Capinzal. Após isso, foram divididos em duas turmas e encaminhados para a sala de aula.

A primeira lição teve ensinamentos, saudações de tratamento, além de expressões comuns do dia a dia. “A cada sábado, um grupo de alunos estará à frente dos trabalhos. Acreditamos que essas horas serão muito bem aproveitadas, já que será uma troca de aprendizado. Estamos felizes em poder contribuir para que eles consigam se comunicar em português e consequentemente possam buscar melhores oportunidades”. Comentaram os alunos do Grêmio Estudantil.

“A adesão foi muito boa, agora, com o cadastro deles em mãos, teremos controle de frequência e também de quais são de Joaçaba e de Herval d’ Oeste. É uma boa iniciativa e estamos confiantes que dará certo”. Finalizou Sandrine Pizzoni, Coordenadora do Cras de Joaçaba.





Fonte: Portal Éder Luiz

Nenhum comentário:

Postar um comentário