terça-feira, 9 de agosto de 2016

Câmara de Salto Veloso se reuniu na noite de ontem

Vereadores aprovam menção Honrosa, parabenizando o Banco do Brasil pelos 100 anos da instituição

O aniversário do Banco será no dia 15 de setembro, quando estará completando 100 anos de existência no estado de Santa Catarina.

Atualmente o banco do Brasil possui 327 dependências em atividade no estado de Santa Catarina, contando com 4 mil 889 colaboradores, possuindo 2020 terminais de atendimento e 269 unidades do banco Postal.

No município de Salto Veloso, o Banco do Brasil possui carteira de crédito de aproximadamente R$ 23 milhões de Reais, sendo que desse montante destaca-se a carteira do agronegócio com valor aproximado de 18 milhões de Reais, atuando também em todos os segmentos da economia local.

Durante a apresentação da Menção honrosa esteve presente na Câmara de vereadores o gerente do banco do Brasil em Salto Veloso, Leonardo Mattos e alguns funcionários.

Destacou que essa homenagem vem a ratificar o bom trabalho desenvolvido pelo Banco em Salto Veloso. Agradeceu o reconhecimento dos vereadores, destacando que o banco está com as portas abertas para bem atender a população Velosense.

Salto Veloso – Uma Moção de apelo, um projeto de lei e uma Menção Honrosa foram aprovados em sessão da Câmara de vereadores.

Em reunião realizada na noite de ontem os Vereadores de Salto Veloso aprovaram em primeira votação o projeto de Lei autorizando o Poder executivo a abrir crédito no valor de R$ 140 Mil reais. Esse crédito faz parte dos valores que são repassados a Câmara de Vereadores.

O dinheiro será utilizado para compra de um veículo para a secretaria de Saúde.

Foi aprovado a Moção de Apelo assinada por todos os vereadores em defesa da agricultura familiar em especial ao direito de moradia com qualidade de vida.

A moção requer a imediata retomada do programa nacional de Habitação rural pelo Ministério das cidades e que seja viabilizado o início das contratações em no mínimo 50%¨dos quatro mil e duzentos projetos parados na Caixa Econômica federal e que foram protocolados ainda em 2013, 2014 e 2015.

Requer também a permanência dos direitos já adquiridos para os assegurados especiais, ou seja, os agricultores familiares.

A moção será enviada à Câmara dos Deputados Estadual e Federal.

Fonte: Rádio Tropical FM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário