quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Apesar de reajuste, preço do quilo do suíno está longe do ideal

Começou a ser praticado na última terça-feira, 16, o novo valor do preço do quilo do suíno pago ao produtor integrado.

As agroindústrias confirmaram o aumento de R$ 0,10 centavos.

Desta forma, a Cooper Central Aurora já está praticando o preço de R$ 3,00. As demais devem pagar R$ 2,90. Para o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos, Losivânio de Lorenzi, o valor pago aos suinocultores, ainda é um valor que está longe do ideal.

Segundo ele, apesar deste reajuste no valor pago, na prática, a situação ruim vivida pelo setor não deve mudar e aponta que a crise vai permanecer. Mas, na avaliação da ACCS, o aumento já serve como um pequeno alento para os produtores.

Segundo o presidente da ACCS, o preço justo a ser pago aos criadores seria de quase R$ 4,00 pelo quilo do suíno. O presidente ainda diz que o aumento da exportação da carne influenciou neste reajuste.

O último aumento que o produtor integrado havia recebido foi registrado há cerca de dois meses, em junho.

Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário