terça-feira, 30 de agosto de 2016

Água Doce: Vereadores aprovam moção que parabeniza os 100 anos do Banco do Brasil no Estado de Santa Catarina

A moção é de autoria do Vereador Carlos Munaretto e, foi aprovada por unanimidade, reconhecendo que o Banco do Brasil é uma empresa Nacional de economia mista e secular, que no dia 15 de setembro de 2016, completa 100 anos de atuação em Estado de Santa Catarina.

Munaretto lembra, que o Banco do Brasil se destaca no ramo do agronegócio, com mais de 60% do mercado de crédito deste segmento, somando um montante em torno de R$ 4 bilhões de reais, atendendo mais de 97.000 mil famílias na agricultura familiar.

Já no setor público, o Banco do Brasil contribuiu com o Estado de Santa Catarina, por meio do Financiamento de Obras de Infraestrutura, que totalizou mais de R$ 3 bilhões de reais.

Atualmente o Banco do Brasil tem em Santa Catarina 4.889 colaboradores, possui 327 agências, 269 unidades do Banco Postal, 2.020 terminais de autoatendimento, além de contando por meio por meio da internet e celular.

A Gerente da Unidade de Água Doce, Thatiana Mergener e demais colaboradores estiveram presentes na sessão, agradeceram a homenagem e lembraram que a agência no município atua com 7 colaboradores, contando inclusive com servidores nascidos no município.

Outras duas Moções foram aprovadas por unanimidade, ambas de autoria do Vereador Vilson Verona, que concede votos de congratulações para o suinocultor, Leonir Geraldo Toigo e familiares, pela conquista do prêmio integrado destaque de 2016, com os lotes destaques de suínos.

A outra Moção visa conceder congratulações para a avicultora Marili Casali Schuler, bem como seus familiares, pela conquista do prêmio integrado destaque de 2016, com os lotes destaques de aves-frangos.

Conforme Vilson Verona, os dois produtores água-docenses desenvolveram um trabalho com responsabilidade, seriedade e comprometimento e foram premiados pela BRF, como forma de incentivo, melhorando cada vez mais seus lotes.

Ainda do executivo deu entrada um Projeto de Lei que traça as Diretrizes para Elaboração da Lei Orçamentária para o exercício de 2017. O projeto foi baixado às comissões e permanece em estudo, bem como os outros projetos de remanejamento de recursos que deram entrada na sessão passada, em que os vereadores buscam mais informações a respeito dos projetos.

Outra questão, levantada pela presidência da câmara, diz respeito ao repasse anual de Subvenção da Prefeitura para a CEJEL do Colégio Agrícola de Água Doce, segundo o Presidente Jorge Haslinger, no ano de 2015 foram repassados R$ 15.000,00 divididos em três parcelas, pagas nos meses de abril, maio e junho.

Segundo Haslinger, neste ano nenhum projeto deu entrada neste sentido, e diz que foi questionado por pais e alunos, se neste ano haverá ou não o repasse, com isso, solicitou ao Líder do Governo para que se busque estas informações.

A próxima sessão do Legislativo de Água Doce acontece na segunda-feira dia 5 de setembro.

Fonte: Rádio Tropical FM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário