segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Agropecuária catarinense cresce 1,6% menos do que a inflação

O Valor Bruto da Produção Agropecuária Catarinense, que representa tudo o que o que foi pago aos produtores, atingiu R$ 28 bilhões e 300 milhões na safra 2015/2016.

Isso representa uma queda de 1,6% em relação à inflação, que foi cerca de 9% nos últimos 12 meses.

O secretário adjunto da Agricultura do Estado, Airton Spies, avaliou que a queda catarinense foi inferior à do país, que foi de 2,3% no Valor Bruto Agropecuário.

A área vegetal teve um acréscimo de 6,4%. O milho, apesar da queda na produção, teve um acréscimo de 24,7%, passando de R$ 1,45 bilhão para R$ 1,74 bilhão, em virtude da valorização do cereal no mercado.  A cebola cresceu 80%, de R$ 473 milhões para R$ 852 milhões.

Já na área animal houve uma queda de 6,9%, já descontando a inflação. Nos suínos, que enfrenta uma crise, a redução foi de 13,15%, baixando de R$ 4,1 bilhões para R$ 3,6 bilhões. No leite a queda foi de R$ 2,8 bilhões para R$ 2,5 bilhões.

Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário