segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Advogado diz que mulher que levou tiro no peito em Herval tentou suicídio

Arma utilizada na ocorrência
Uma ocorrência que foi registrada no início deste mês na rua São Paulo em Herval d´Oeste, tem uma nova versão baseada nas informações e num vídeo repassado pelo advogado Marco Vasconcelos de Alencar que defende o casal envolvido.

Naquela ocasião a Polícia Militar (PM) foi chamada porque uma mulher estaria baleada no peito, e que o marido poderia ser o autor desta tentativa de homicídio, tanto é que ele acabou sendo preso onde encontra-se por enquanto no presídio regional de Joaçaba.

Pelas informações recebidas no dia da ocorrência, o casal que estava embriagado teria discutido pela falta de uma certa quantia em dinheiro, e que devido a isto, a mulher acabou sendo alvejada com um tiro de revólver calibre 38 no peito que perfurou o seu pulmão.

Ela passou por cirurgia e na semana que passou, numa visita do advogado após ela ter deixado a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) em Joaçaba, ela acabou confessando ao advogado que gravou num vídeo nesta sexta-feira (05) na parte da tarde, de que ela mesmo teria dado o tiro contra o seu peito.

“Eu mesmo me dei o tiro. Peguei o revólver que estava no bar e acabei atirando contra mim mesmo. A arma é minha. Eu ganhei esse revólver há muito tempo”, disse a mulher na gravação. “O meu marido nunca faria isso para mim. Fui eu mesmo que me dei o tiro”, finalizou ela.

Já o advogado está empenhado em fazer com que nesta semana o homem acusado de ter disparado contra a sua esposa, possa deixar o presídio e responder as acusações em liberdade.

“A partir do momento em que recebi a informação dos parentes de que a mulher havia se recuperado, vim até o hospital para conversar com ela e esclarecer o que realmente tinha acontecido naquela noite. A mulher se disponibilizou a gravar o vídeo e contar que foi ela mesmo quem atentou contra a própria vida, dando o tiro no peito”, argumentou o advogado.

Marco Vasconcelos de Alencar confirmou que na sexta-feira mesmo, apresentou ao judiciário da Comarca de Joaçaba uma cópia deste vídeo, na tentativa de conseguir a soltura o homem.

“Ela não disse o porque tomou essa decisão de atirar contra si, mas por ter problemas com o alcoolismo e por ter feito algumas consultas com psiquiatra, além de depressão pode ter induzido ela a tomar essa atitude”.

Nesta segunda-feira (08) o delegado de polícia de Herval d´Oeste que cuida do caso, Deivid Tranche Lima, acompanhado de uma escrivã, deverão se deslocar até o HUST e ouvir a mulher em depoimento.

O homem está preso pela tentativa de homicídio e por flagrante delito. “Meu propósito agora, é demonstrar ao judiciário que ele está preso indevidamente, principalmente agora com a gravação deste vídeo”, finalizou o advogado.

Por Julnei Bruno

Fonte: Rádio Catarinense 

Nenhum comentário:

Postar um comentário