sexta-feira, 22 de julho de 2016

Treze Tílias: Audiência Pública organizada pela UVEMOC foi realizada na noite de ontem no Município

A reunião foi realizada nas Dependências da Câmara de Vereadores de Treze Tílias e contou com a presença dos Deputados estaduais, Romildo Titon, Natalino Lazare e Dirceu Dresch.

Também estiveram presentes o Presidente da Classe Comercial da Facisc e do Conselho de Consumidores da CELESC Hermann Suesenbach, representantes da FECAM e FIESC, Vereadores dos municípios da região, gerentes regionais da CELESC de Joaçaba e Videira, representantes de Sindicatos e empresas, agricultores e público em Geral.

O assunto discutido na audiência foi os problemas enfrentados em nossa região com relação ao atendimento e as constantes quedas de energia elétrica.

Durante a audiência os presentes puderam colocar os problemas que vem enfrentando.

Entre os principais problemas destacados estão as constantes quedas de energia e a demora para o atendimento principalmente em propriedades do interior dos Municípios, atendimento da CELESC com os consumidores, arvores plantadas próximo a rede de energia e os prejuízos causados pelos picos de energia as empresas da região.

A causa mais grave apontada na audiência de ontem se verificou no município de Rio das Antas, onde vários vereadores e empresários Rurais denunciaram a precariedade das redes de transmissão e especialmente a falta de redes trifásicas na maioria das áreas do município.

Rio das Antas foi apontado como o município com maior problema estrutural da CELESC na região.

Em Treze Tílias foi destacada a significativa melhora nas redes com a troca de transformadores e a nova subestação que amenizou em partes as constantes quedas e apagões.

Hoje as principais causas de desligamentos são os temporais, raios e as quedas de arvores na rede.

Já os desligamentos programados para melhorias são informados o que ameniza em partes os prejuízos para indústria e comércio.

Um dos principais problemas se verifica no chamado afundamento de tensão, ou seja picos rápidos de queda de tensão, que acarretam em transtornos e prejuízos as indústrias.

A mais afetada é a Empresa de lacticínios Tirol, o que causa interrupção na produção por cerca de 200 horas por ano.

Segundo a Engenheira da CELESC Silvia Hafner Pozzobon esse é um problema de difícil solução que demanda de tempo para se descobrir a causa e também de autos investimentos. Ela destacou que a CELESC está aberta para conversas na busca de uma solução.

Já os Deputados presentes destacaram ser de seu conhecimento os problemas que já foram levados a diretoria da CELESC para que sejam resolvidos.

Eles entendem que a energia é básica e de extrema necessidade para indústria, comércio e setor agrícola.

O Deputado Dirceu Dresch salientou que já existe em tramitação na Assembleia um projeto que visa solucionar de vez a questão de quedas de arvores nas redes de transmissão de energia. Segundo ele o projeto visa aumentar de 5 para 20 metros de cada lado da rede sem o plantio de arvores de grande porte como eucaliptos, pinus e outros.

Disse que está constatado que reflorestamento e rede elétrica não combinam.

Já o deputado Romildo Titon citou o prejuízo causado na área de avicultura que as constantes quedas proporcionam.

Por sua vez o deputado Natalino Lazare foi solidário com as colocações e disse que está sempre buscando soluções através dos órgão competentes. Destacou um projeto de sua autoria na questão de biodigestores, ou seja, energia a partir de dejetos de animais.

Segundo ele para que o projeto se realize é necessário que o governo transforme em projeto governamental com recursos para o mesmo.

O Presidente do CONCCEL, Hermann Suesenbach, colocou que os problemas levantados durante a audiência pública serão repassados a Presidência da CELESC e Diretores da cada área, além das gerencias Regionais tanto de Videira quanto de Joaçaba que terão um período de 30 dias para apresentar soluções.

O Presidente em exercício da Associação, Vereador Luiz Antônio Cattani, destacou que o encontro foi positivo e os presentes puderam expor os problemas enfrentados com a energia elétrica.

Na avaliação Geral a iniciativa da UVEMOC foi muito elogiada e todos saíram confiantes de que serão buscadas soluções para o problema da Energia elétrica.

As reuniões da União dos vereadores do Meio Oeste Catarinense só voltam a ser realizadas após o período eleitoral.





Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário