quarta-feira, 20 de julho de 2016

Policiais militares ambientais da região participaram de treinamento para situações de risco


Na semana que passou, em Jaraguá do Sul, mais de 200 policiais foram capacitados na doutrina de Sistema de Comando de Operações (SCO), um dentre os vários temas que fez parte das oficinas do Treinamento e Simulado do Programa Batalhão de Ajuda Humanitária (PBAH), da Polícia Militar Ambiental. Da região, estiveram presentes o Tenente Cabral e o Cabo Titon, da PM Ambiental de Herval d´Oeste, Sargento Ivan, de Concórdia, Coronel Jorge Luiz e Capitão Ramos, de Chapecó.

O objetivo do treinamento foi criar competências para ações de ordem pública em eventos adversos de origem natural ou antrópica. As oficinas oferecidas foram: operações de resgate em área de inundação, operações de resgate em área de deslizamentos e instabilidade geológica, patrulhamento com embarcações, uso de viaturas 4×4, transposição de rios com cavalos, montagem do posto de comando e de acampamento base para um Sistema de Comando em Operações e doutrina de emprego do Batalhão Programa de Ajuda Humanitária (BPAH).

O exercício foi realizado na região do 14º BPM, o qual prestou apoio durante toda realização do evento, sendo também a sede do Posto de Comando das operações.

A iniciativa em desenvolver o quinto treinamento, se deu pelos constantes desastres naturais em Santa Catarina, os quais constituem um tema cada vez mais presente no cotidiano das pessoas, independentemente de residirem ou não em áreas de risco. Esses desastres naturais podem ser provocados por diversos fenômenos, tais como, inundações, escorregamentos, erosão, terremotos, tornados, furacões, tempestades, estiagem, entre outros. Além da intensidade dos fenômenos naturais, o acelerado processo de urbanização verificado nas últimas décadas, levou ao crescimento das cidades, muitas vezes em áreas impróprias à ocupação, aumentando as situações de perigo e de risco a desastres naturais.

O Programa Batalhão de Ajuda Humanitária, criado em 2012, é vinculado ao Comando de Policiamento Militar Ambiental (CPMA), responsável por organizar os treinamentos. O PBAH conta com diversos equipamentos específicos para o uso em catástrofes ambientais ou antrópicas e mais de 270 policiais treinados para emprego nesses eventos.


Fonte: Portal Éder Luiz

Um comentário: