quarta-feira, 20 de julho de 2016

Estudo para construção da Ferrovia do Frango está atrasado

A conclusão do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) do Corredor Ferroviário Catarinense, também conhecido como Ferrovia do Frango, foi adiada para dezembro. O prazo anterior era abril.

Em outubro de 2014 a então ministra do Planejamento, Miriam Belchior, esteve em Chapecó para a assinatura de contrato com o consórcio Prosul/Setepla/Urbaniza/Hansa, vencedor da licitação no valor de R$ 68 milhões. O contrato previa o EVTEA, levantamento 

aerofotogramétrico e o projeto básico. Tudo deveria estar concluído em 22 meses, cujo prazo venceria no mês que vem. Mas até agora nem o EVTEA não foi concluído.

De acordo com a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., empresa estatal que cuida dos projetos nos setor, houve uma demora na definição de estudo de mercado.

A Ferrovia do Frango tem 862 quilômetros previstos, com trajeto inicial saindo de Dionísio Cerqueira, passando por São Miguel do Oeste, Chapecó, Heval D’Oeste e Santa Cecília, até o porto de Itajaí. Neste traçado, há uma proposta de que a ferrovia tenha conexão com a região de Concórdia, passando por Irani.

Fonte: Rádio Catarinense 

Nenhum comentário:

Postar um comentário