terça-feira, 26 de julho de 2016

Eleições 2016: Eleitorado de SC cresce acima da média nacional

Faltaram apenas 15 mil eleitores para chegar aos 5 milhões. Santa Catarina possui 4.985.048 pessoas aptas a votar nas eleições municipais de 2016. O número foi divulgado nesta segunda-feira pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e representa um aumento de 245 mil eleitores em relação ao último pleito municipal, de 2012, quando havia 4.739.345 pessoas registradas no Estado. Em termos percentuais, o aumento do número de votantes em Santa Catarina foi superior à média nacional: 5,1% contra 4%. Em todo o país, são 144,1 milhões de eleitores cadastrados este ano. Quatro anos atrás, esse número era de 138,5 milhões. Este número não contabilizada eleitores do Distrito Federal, de Fernando de Noronha e cadastrados fora do país, já que estes não votam nas eleições municipais.

Entre os catarinenses, 27.5% dos eleitores já votarão com o sistema biométrico em 2016. São 1,37 milhões de pessoas, espalhadas por 28 municípios (19 integrais e 9 híbridos). Os dez maiores colégios eleitorais do Estado são: Joinville (372.551), Florianópolis (316.261), Blumenau (230.167), São José (156.617), Itajaí (143.131), Criciúma (141.667), Chapecó (140.526), Lages (122.076), Jaraguá do Sul (114.349) e Palhoça (114.060). Dentre esses, apenas Joinville, Florianópolis e Blumenau terão a possibilidade de segundo turno este ano, já que possuem mais de 200 mil eleitores.

Eleitor catarinense mais escolarizado

Os dados divulgados pelo TSE mostram que o eleitor catarinense tem um índice de escolarização maior que a média nacional. Enquanto, no Estado, o percentual de votantes com ensino superior é de 9,03%, no país a média é de 6,61%. Entre os que têm ensino médio completo, a diferença é um pouco menor: 20,05% contra 19,01%. Os eleitores analfabetos são 1,6% em SC contra 4,85% no Brasil.

Em relação à faixa etária, a maior parte dos eleitores catarinenses têm entre 30 e 34 anos (11,11%). Eles são seguidos pelas seguintes grupos: 25 a 29 anos (10,95%), 35 a 39 anos (10,42%), 40 a 44 anos (9,32%), 45 a 49 anos (9,09%) e 50 a 54 anos (8,99%). Nacionalmente, as pessoas entre 30 e 34 anos também são a maioria dos eleitores: 11,23%.

São Paulo tem o maior eleitorado

Entre as cidades brasileiras, São Paulo é a que possui o maior número de eleitores: 8,8 milhões. Já o menor eleitorado está em Araguainha, no Mato Grosso, com 954. Do total de eleitores no Brasil, a maioria (52,21%) é mulher.

Houve uma redução entre os jovens votantes. Do total, apenas 2,3 milhões têm 16 ou 17. Em 2012, esse número chegou a quase três milhões. Para o ministro, a redução pode representar uma descrença dos jovens sobre a política e uma falta de incentivo dos políticos a esses eleitores. Do total de eleitores aptos, 11,3 milhões têm mais de 70 anos.

Segundo o TSE, 92 municípios poderão ter segundo turno porque têm mais de 200 mil eleitores. Em 2.380 cidades haverá votação com identificação biométrica, sendo que em 1.540 haverá 100% de biometria e em 840 cidades o sistema será híbrido, com a verificação pela digital apenas para parte dos eleitores, aqueles que já possuem dados coletados.

Fonte: Diário Catarinense

Nenhum comentário:

Postar um comentário